Resultado do Processo de Seleção Global Eco Diagnósticos 2018-2019

De acordo com a escolha dos candidatos para o TotalCor, foram selecionados os candidatos em ordem de classificação.

Aprovados:

1º- Romer Yance Hurtado
2º- Leandro de Oliveira Jardim
3°- Thulio Carrera Guarçoni Venturini

Lista de Espera:

1º- Jamil Calil Neto
2º- Dário Quirino Firmino
3º- David Elvis de Oliveira

Em casos de desistência dos candidatos selecionados, serão convocados por ordem de classificação na lista de espera, por telefone e informado no site.

Os candidatos da lista de espera, poderão manifestar seu interesse pela vaga do Hospital Santa Paula, por e-mail enviado a globaleco-diagnosticos@uol.com.br até o dia 21 de fevereiro de 2018, sendo feita primeira convocação para esta vaga no dia 22 de fevereiro de 2018, por telefone e no site, tendo prazo de 48 horas para confirmar sua matrícula.

Dr. Marcos Valério empossado Presidente da regional Osasco da SOCESP

O cardiologista Dr. Marcos Valério de Resende, tomou posse como presidente da Regional Osasco da SOCESP (Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo) no evento realizado no dia 19 de janeiro no Clube Monte Líbano, em São Paulo.

No mesmo evento, prestigiado pelos principais cardiologistas nacionais e estaduais, autoridades médicas da AMB, CFM, CRM, APM, além da presença do Sr. Secretário de Estado da Educação Dr. Nalini, representando o governador Geraldo Alckmin, também tomaram posse o Dr. Francisco Saraiva e Dr. Roberto Kalil Filho como presidente e vice-presidente da SOCESP, respectivamente.

Dentro das prioridades da atual gestão, Dr. Saraiva, professor Titular de Cardiologia da PUC-Campinas destacou que um dos maiores desafios será difundir terapias e argumentou que o conhecimento precisa ser disseminado. Neste ponto, as regionais terão importante papel, e o Dr. Marcos Valério, como primeiro presidente da regional OSASCO, já iniciou os trabalhos para alavancar o tema foco da SOCESP que é “Reduzir a Mortalidade por Doenças Cardiovasculares”.

“A presença da SOCESP em nossa região, com certeza, será um marco para o desenvolvimento da cardiologia, propiciando congregar e unir os cardiologistas, desenvolver projetos de educação médica continuada e treinamento, difundir praticas públicas para prevenção e redução da mortalidade das doenças cardiovasculares”, destacou Dr. Marcos Valério.

A regional de Osasco foi criada em 2017, e engloba 10 municípios da Sub-região Oeste da área Metropolitana de São Paulo.

Curso de Fomação para Área de Atuação em Ecocardiografia Adulto

A GlobalEco Diagnósticos tem o prazer de liberar o edital de inscrição para o tradicional Curso de Especialização em Ecocardiografia 2018-2019, que está em sua 11ª edição, sob direção do Dr. Marcos Valério de Resende e Dr. Caio Cesar Jorge Medeiros.

As inscrições começam no dia 18 de Dezembro de 2017 e vão até dia 26 de Janeiro de 2018. As informações completas e documentos necessários encontram-se disponíveis no edital do programa.

Clique aqui e baixe o edital com todas as informações e formulários necessários para a inscrição.

Dr. Marcos Valério eleito presidente da SOCESP Osasco

A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo é uma entidade sem fins lucrativos fundada em 1976, e tem como objetivos contribuir para a atualização dos cardiologistas do estado e difundir o conhecimento científico gerado pela própria SOCESP aos profissionais da saúde cardiológica.

Há cerca de 3 anos, iniciou-se um movimento de mobilização dos médicos sócios para a criação de uma SOCESP Osasco – Sub região Oeste.

E é com muita satisfação que anunciamos que o Dr. Marcos Valério de Resende, diretor da clínica, foi eleito o Presidente da SOCESP regional de Osasco.

Operação cardíaca pouco invasiva eleva sobrevida de idoso

Folha de São Paulo, 23 jan. 2012.

(…) A troca de válvula por cateter já é praticada há quatro anos no Brasil e estudos agora comprovam sua eficácia na redução da mortalidade.

Uma pesquisa publicada no “New England Journal of Medicine” mostrou que o procedimento reduz o risco de morte dos idosos pela metade em um ano.

Estima-seque, sem o tratamento, a estenose grave provoca a morte em até dois anos.

Mas segundo Marcos Valério de Resende, chefe do serviço de ecocardiografia do Hospital São Luiz, ainda não se sabe se a nova válvula é segura como a outra, usada na cirurgia convencional. “Não temos o resultado a longo prazo porque é algo novo”.

(…) Leia o artigo completo.

A terceira dimensão

Revista Veja, nov. 2005.

(…) Visto como o patinho feio da medicina imagética, por ser menos avançado que a ressonância ou a tomografia, o ultra-som ganhou novo fôlego com a chegada do aparelho em 3D, que faz ecocardiograma em tempo recorde. “É como se o ultrasom fosse um Fusquinha cujo motor foi turbinado”, diz Marcos Valério de Resende, chefe do serviço de ecocardiografia do Hospital São Luiz, em São Paulo.

O ultra-som em 3D fornece ótimas imagens do coração em três minutos, contra duas horas das menos precisas máquinas da geração anterior.

O exame pode definir muito melhor a necessidade de transplante, ou de implantação de um marca-passo, em casos como o dissincronismo cardíaco, no qual um lado do coração funciona melhor que o outro.

Esse tipo de tecnologia incorpora recursos de softwares de computação gráfica – muitos deles desenvolvidos pelas empresas hollywoodianas de animação e efeitos especiais.

(…) Veja o artigo completo.

Por dentro do coração

Revista IstoÉ, 07 set. 2005.

(…) Entre os destaques está um aparelho de ultra-sonografia que gera imagens do coração em três dimensões (Intelligent Ecocardiographic).

Isso permite o exame do órgão sob vários ângulos e posições em tempo real e em movimento. “Em menos de três minutos é possível ver o coração por inteiro e identificar, por exemplo, má-formação e se há seqüelas de infartos. A partir das imagens, sabe-se até se há ou não necessidade de intervenção. É um grande avanço”, explica o médico Marcos Valério de Resende, chefe do Serviço de Ecocardiografia do Hospital São Luiz, de São Paulo.

Com função semelhante, o tomógrafo Biografic Sensation 16 é outra arma poderosa.

Sua capacidade de gerar imagens em altíssima definição permite descobrir se uma coronária está obstruída sem ser preciso a realização de procedimento mais agressivo, como um cateterismo, por exemplo.
(…) Leia o artigo completo.